Arquivos de Categoria: Vida Pessoal

Fim do Sonho… Começo de um novo caminho.

Pela terceira vez na vida eu fecho um Blog, mas sempre pronto pra abir outro.

TheEndAcho que toda a ideia do sonhos de um Futuro estava ligado ao RPG de mesa, quando resolvi tirar do blog a ideia, focando apenas em games, eu automaticamente parei de me importar com ele. O que restou foi a vontade de seguir tendencias atuais e criar algo para a cultura nerd/pop, dessa forma migrei todas as postagens de jogos para meu novo projeto: o Quadriculado.

The End

Anúncios

Meu Pai, Meu Mestre

Muitas pessoas passam pela nossa conturbada vida, porém poucas se dedicam a nos tornamos ser humanos melhores.

A não ser pelo fator biológico eu não tive um pai, mas tive algo bem melhor que isso, tive um avô dedicado que se propôs a me ensinar tudo que um homem precisa: trabalho, respeito e dignidade:

O Sr. Rafael Rodrigues Moreira nasceu no dia 04 de novembro de 1939 e faleceu no dia 28 de dezembro de 2012. Seus 75 anos de vida foram de muito trabalho, bom senso e sabedoria.

Quando conheci, ele já passava dos 50 anos, era um homem de estatura baixa, porém extremamente forte, corajoso e de um bom humor invejável. Era apaixonado pelos atos simples da vida e se dedicava ao trabalho no campo ou ao minucioso serviço de pedreiro que fazia. Nunca gastava um centavo sequer sem responsabilidade, adorava relógios da marca Oriente, camisas de manga comprida e só trabalhava com a assistência de um chapéu de palha. Sua comida favorita era o macarrão branco, sem molho, algo parecido com “ao alho e óleo” que muitos apreciam. Gostava de comer jiló, inhame, cará, taioba, jurubeba e mandioca frita.

Era religioso, católico como mais de 80% dos brasileiros da sua época, porém não era supersticioso. A chuva era o período climático que mais o motivava, descia para ver o rio das almas toda vez que um começo de enchente se iniciava. Gostava de ouvir músicas sertanejas de origem, daquelas que contavam causos de estremecer o coração. Cantava as mesmas e compunha suas próprias canções… Mas quando o conheci já era um pouco desmotivado com a viola pois seu xará e parceiro, Rafael Leite, havia falecido.

Tinha duas paixões na vida: as folias de “Reis” e a do “Divino” e o gole de agua ardente que nunca dispensava antes das refeições. Porém, ficou sem se embebedar por mais de 30 anos, tomando apenas aquela dose que chamava carinhosamente de aperitivo.

Em casa era um homem de exemplos e obrigações, levantava sempre de madrugada, tratava a todos como Sr. e Sra., inclusive as crianças. Gostava de animais de estimação e obrigava a todos a dormir as 20hs, o que não agradava a muitos (inclusive a mim) mas que criava uma certa paz e harmonia na casa que construiu que se mantem até hoje.

Sabia ler, escrever e fazer contas expressivas, mesmo que de modo particular usando formulas obsoletas ou esquecidas. Era sábio pois sabia ouvir os outros antes de se manifestar. Gostava de bons conselhos e gostava de ouvir os sermões de Domingo de queixo em pé, pois rezava com as mãos estendidas e olhos abertos, seu coração não carregava rancor e perdoava a todos, pedindo também perdão sempre que errava.

Eu nunca o chamei de “Pai”, nem ele o pedira ou quisera, mas eu sempre fui seu discípulo, o que torna ele meu mestre. Então, Sr. Rafael, obrigado por me ensinar o que eu precisava para hoje estender um sorriso largo durante os dias de sol e dormir tranquilamente enquanto a chuva cai. O Sr. nunca será esquecido e seu bom senso será compartilhado com a futura geração.

Ouvindo a música favorita do Sr. Rafael: Menina da Aldeia.

Novos caminhos

Depois de manter o foco do site no RPG por quase um ano, resolvi desvincula-lo de vez das mesas de D&D e similares, isso se deve ao fato de uma grande parceria entre amigos e jogadores de RPG que está acontecendo na cidade de Pirenópolis.

Uma nova era para RPG de mesa

O início das mudanças se deve ao fato da criação de um site específico sobre o RPG, este que já se encontra no ar tem o simpático nome de RPG Art (www.rpg.art.br) e pretende reunir o material e aventuras de vários sites de RPG criado pela empresa AWEB e colaboradores. Sendo assim, transferi todo material relacionado para o RPG Art e vou continuar a publicar sobre minhas sessões no mesmo.

Uma coluna no Agita Pirenópolis

Há meses venho escrevendo no site AgitaPiri sobre novidades tecnológicas e o prazer de ter a tecnologia como o Hobby. A coluna se chama “Vida a Parte” e pode ser acessada clicando aqui.

O Futuro do Blog

Tecnicamente ainda não me decidi sobre o futuro deste blog. A maioria dos acessos que recebo deve-se às postagens sobre Saint Seiya, mas gostei muito de fazer críticas aos filmes que vi no cinema e jogos que tive em primeira mão. Também estou estudando a possibilidade de fazer postagens sobre jogos antigos e sinceramente gostaria de escrever mais sobre mim. Então, mesmo que incerto, não vou deixar o blog de lado e com certeza trarei novidades em breve.

Sobre o “abandono” do Site

Com grande satisfação que exatos 30 dias após a ultima atualização, volto a publicar em meu site (ou blog, como preferirem). Esses dias foram um pouco agitados, com muito trabalho, algumas alegrias e muitas decepções, infelizmente.

A primeira decepção é pessoal, pois infelizmente não consegui manter meu relacionamento. Foram várias escolhas, minhas e de minha contra-parte que terminaram no final de um curto relacionamento. Lamento que não tenha dado certo, mas a vida segue para ambos.

Outras decepções se acarretaram durante a E3 2012, isso devido a promessa de uma certa empresa que disse no ano passado querer de volta seus jogadores hardcores e durante a E3 desse ano, nos mostrou mais jogos de bichinhos e Miis.

A Nintendo, minha empresa favorita no mundo dos games desapontou milhões de fãs mundo afora em uma conferencia morna, pouco criativa, além de um hardware contestável que aparente tem o poder de um  XBox 360 aperfeiçoado e olha lá! O controle em forma de tablet NÃO é uma revolução, não importa o quanto a Nintendo tente afirmar isso, eles mesmos já  tentaram isso no passado com o Game Boy Advance, lembra? Além disso, Microsoft e Sony mostraram que o uso de um tablet convencional, Smartfone ou um portátil pode substituir este controle.

Finalizando as decepções, Saint Seiya Omega se mostra a cada novo episódio mais perdido em roteiro, animação e inovação. Salvo os momentos de lembranças de antigos cavaleiros e uma rápida aparição de alguns veteranos, o anime caiu do “bom” para o péssimo a partir do episódio 04. Será que Kurumada (autor da serie) está mesmo chefiando esse projeto?

Mas por sorte, há sempre algo para aliviar as dores e amarguras, todas as quintas a aventura “O Resgate das Almas” está rolando na cidade e já se encontra em sua quarta sessão. Agradeço meus amigos que estão participando em especial ao Ivo Kappes que nos cede o espaço de sua casa, além de ter se tornando um jogador fanático de Fire Emblem sobre minha influencia.

No próximo post vou fazer um resumo da aventura de RPG, demostrar o meu sistema de calculo de XP e fazer alguns comentários sobre o sistema que venho utilizando, o D20 Simplificado.

Falando da vida

“Não é hora de ser egoísta”

A vida é uma coisa tão engraçada… Se não fosse tão desgraçada sem sentido algumas vezes. Minhas paixões estão cheias de “prós” e “contras”, meu time anda dando show país a fora, o Flamengo, outrora “apenas” o time de maior torcida do mundo, ganhou respeito da imprensa e de todos os torcedores em partida contra o Santos, vencendo de por 5 x 4 e dando felicidade a maioria dos brasileiros, fazendo com que esquecêssemos o fantasma da copa América. Como eu previa, a Nintendo, minha desenvolvedora favorita de games, está afundando em baixa pelas péssimas decisões tomadas, não estou dizendo que ela está fadada ao fracasso, mas sim que enquanto atitudes menos centristas e mais abrangentes não forem tomadas, a empresa perderá muito do que conquistou em mais de 26 anos de consoles e Game Boys.

Deixando as grandes paixões de lado, me concentrando no cotidiano, pessoalmente vou bem, obrigado. Tenho mais trabalho do que posso realizar e se tudo der certo finalizo com minhas dívidas até o fim do ano. Mas infelizmente não vou poder ser tão egoísta em questão da faculdade, trabalhando muito e sem tempo pra estudar não consegui sequer começar meu TCC e estágio é uma coisa cada vez mais complicada pra mim. Creio que não vou conseguir terminar essas duas coisas até o final do ano, vou apenas terminar a grade de matérias e fazer o máximo de horas extras curriculares possíveis. É chato pra caramba perder a turma, mas já perdi a primeira mesmo, não custa ficar pra trás mais uma vez…

Quando digo estou “bem”, é um sinal mais do que simplista de que estou sozinho. É esquisito chegar aos 27 anos de idade e me descrever assim, logicamente sonhava em já ter me envolvido em um compromisso sério há anos. Mas o andar da carruagem não foi este e hoje tenho que me contentar com simples perspectivas de melhoras na vida social, algumas tardes ou noites esporádicas com os amigos jogando RPG ou senão vídeo game e as cruéis conversas virtuais no MSN ou facebook com algumas pessoas que prezo e que gostaria de sair e me divertir um pouco.

Não estou chorando mágoas e nem me lamentando, estou apenas colhendo parte de minhas decisões. Às vezes precisamos nos recolher internamente para traçarmos novas estratégias, escolher melhor os motivos de luta e corrigir os defeitos que nos torna vulneráveis. Porem, isso me faz ser o “eu” que mais aprecio. O mesmo cara de 10 anos atrás, e de fato, quantas pessoas podem dizer serem as mesmas de uma década atrás?

Sábado 16-07-2011 as 23:59

Conheça: http://www.spiritofhouse.com.br/

Algumas mudanças no Blog

Caro Leitor;

Como é possível notar no cabeçalho acima, resolvi transformar de vez meu blog em um retroblog. Como nota-se em meus posts sempre fui a favor dos jogos de aventura clássicos e principalmente os do mundo Nintendo. Isso não quer dizer que este blog vai deixar de lado jogos atuais, mas que vai dar mais ênfase a bons games que deixaram saudades e aqueles que remetem as décadas de 80 e 90, época de ouro dos VGs.

Outra coisa, gostei tanto do post sobre Zelda que vou escrever mais iguais aquele, além disso, vou abrir uma aba nova no blog sobre “RPG ”, onde quero deixar para download minha versão “D20 Simplificado” que criei e jogo atualmente do sistema D20 e uma aba sobre meu TCC – Marketing Online no Turismo.

 Espero que as mudanças tragam mais visitantes e que sirvam de entretenimento a todos!


Retropost 02: Ter ou não medo de errar? – 21/07/2007

Sou meio besta sabe, costumo pensar coisas que seriam improváveis e sem muita lógica, aliás, vivo me perguntando o que eu escolheria se tivesse as opções de ter uma vida perfeita (bom emprego, mulher e casa ^^), ganhar na mega-sena ou ter algum super poder (O.O)! Na maioria das vezes penso na última opção ^_~…

Como bom jogador de RPG, tenho um leque supremo de personagens que na maioria das vezes nem joguei com eles, mas imagino como seria se eu fosse um desses. Vou citar três deles:

Julian Moon: Meu mais antigo personagem, na verdade este sou eu quando tinha 17 anos. Numa noite de carnaval do ano de 2001 eu andava de volta para minha casa, triste e deprimido (como acontece até hoje -__-), só tive minha atenção retomada quando de um brilho, igual a um raio apareceu no meio da rua quase na porta de minha casa. Do luminoso lampejo um senhor de idade se arrasta até próximo aos meus pés e como se me conhece-se me entrega uma pequena chave com a forma de uma lua crescente e morre ali mesmo. Assustado e ofuscado pela luz, me dirijo até ela e acabo sendo sugado… Quando acordo estou em um mundo de fantasia medieval onde acabo virando um herói, ou melhor uma lenda!

John César: Uma criança nasce sem ao menos chorar, com uma lua crescente de mancha de nascença nas costa e com os olhos vermelhos. Seu irmão gêmeo é uma aversão a ele, uma cruz nas costas, olhos azuis e todas as características de uma criança normal… Ambos nascem em um mundo futurista no ano de 2200, um mundo que mistura tecnologia e magia. As crianças são separadas no nascimento, sendo John criado por seu pai e seu irmão criado por uma feiticeira que o seqüestrou assim que nasceu…

Sean Masters: Moleque de rua, brigão e sem qualquer noção do que é ter um pai ou uma mãe, nasce uma semana depois de John no mesmo mundo. Quando completa seis anos de idade começa a treinar com um velho monge que se chama Zen-Sama e acaba se tornando o sucessor deste dentre uma ordem secreta de monges que dão equilíbrio ao mundo…

Isso é o começo da história de cada um, já imaginei uma vida inteira para cada um e no futuro reunirei todas essas histórias em um livro chamado “Sonhos de um Futuro” quem sabe até funciona…

Se me desse um Death Note hoje eu gastaria dois anos para usá-lo (e olha lá)…

Se fosse pra eu dar em cima da Tenma eu desistiria e tentava a sorte com a Yakumo, irmã da Tenma…

Sinal que eu tenho o pior de todos os defeitos: A insegurança; medo de que algo dê errado…

O que é ser “Nerd”

Ser Nerd é…

  • Sonhar com a utopia de uma garota que seja tão fã de Star Wars quanto você;
  • Passar o fim de semana jogando vídeo game por escolha, sem a menor vontade de sair;
  • Preferir assistir um filme do que secar a vida alheia na praça;
  • Pôr o nome do seu cão/gato igual ao de algum desenho animado;
  • Fazer piadinhas com alusão a filmes e seriados que (quase) ninguém entende, a não ser os nerds como você;
  • Rir de toda as piadas do The Big Bang Theory;
  • Ter uma vasta coleção de mangas, quadrinhos, games, miniaturas ou de tudo um pouco;
  • Saber os nomes dos diretores, produtores e atores dos seus filmes preferidos;
  • Falar tecnicamente de modo que as pessoas peçam a tradução para o português coloquial;
  • Ir a encontros de animes, quadrinhos, games e tudo o mais que a ficção pode proporcionar;
  • Curtir a vida numa boa, sem atrapalhar a vida dos outros.
%d blogueiros gostam disto: